Batalha Naval de Polígonos

Estamos a aprender o que são coordenadas e para que servem.

A Joana disse-nos que as coordenadas geográficas são pontos imaginários na superfície do globo terrestre. O ponto onde se cruzam as linhas imaginárias permite localizar com precisão qualquer local na superfície do globo terrestre.

Experimentámos este método de localização através do Jogo da Batalha Naval dos Polígonos. Cada “comandante” do seu exército de polígonos escondeu as suas figuras geométricas e chegámos à conclusão, que este jogo exige: conhecimento, precisão e estratégia! Foi muito divertido.

3.º ano do 1.º ciclo

Festa do Pão-por-Deus

Vivemos com grande alegria esta tradição tão importante na nossa Escola que é a celebração do Pão-por-Deus. O aproximar desta festividade tradicional faz-nos sentir a expetativa de um acontecimento que antecipamos como um dia especial. Esta expetativa abre espaço para a espera, a imaginação do acontecimento e até para a impaciência pela chegada do grande dia. Estes intervalos de tempo, pautados pela espera, trazem magia para o tempo da infância, ritualizam a sequência temporal e conferem um sentido de permanência e de pertença, ainda mais relevantes nos tempos em que atravessamos.
Ler mais

Natal no jardim Infantil Pestalozzi

Desde o início de dezembro, o Pestalozzi parecia uma autêntica fábrica, na qual os duendes trabalhavam incansavelmente para que tudo estivesse pronto a tempo e horas para a chegada do Natal.

Pinturas e colagens, modelagem e recortes, cartas para o Pai Natal e presentes, ensaios para o teatro e construção de adereços, canções alusivas à época e filmagens – foi um não parar de atividades, sempre com grande animação, entusiasmo e sentido de grupo.

Ler mais

Bifanada no Pestalozzi

Para celebrar o regresso às aulas e a manutenção das nossas tradições, tão importantes para dar sentido e alegria aos tempos que atravessamos, mantivemos o habitual programa da Churrascada, embora em moldes diferentes.

Neste ano, a Churrascada transformou-se numa “Bifanada” realizada na Escola, no dia 2 de outubro, na qual participaram todos os grupos de meninos desde os três anos ao 4.º ano, seguindo as regras deste ano letivo.

Assim, o almoço e o convívio decorreram nas salas de atividades de cada turma e teve a nossa ementa tradicional, que incluiu bifanas com alface e tomate, batatas fritas, salada de fruta e limonada.

Ler mais

Regresso à Casa Amarela

A nossa Casa Amarela reabriu, na segunda-feira, dia 15 de março, para retomar a atividade letiva presencial com as nossas meninas e meninos.

O reencontro foi uma grande alegria. Estávamos todos com muitas saudades.

Estamos comprometidos para que tudo corra o melhor possível neste regresso. Como sempre, vamos nortear-nos pelo sentido de responsabilidade que a situação convoca, mas também com sensatez, com criatividade, com respeito pelas crianças e o tempo da infância, para que, neste contexto, concretizemos o nosso projeto pedagógico em segurança.

 

Teatro de São Martinho

Mais um ano em que os meninos e meninas da sala dos 5 anos responderam ao desafio de dar vida e voz à Lenda do S. Martinho.

Desta vez, deram asas à imaginação e puseram mãos à obra, num trabalho de grande participação por parte de todos os meninos e meninas. Ideias não faltaram e vontade para o pôr em cena, também não. O resultado? Um teatro de marionetas onde tudo parece pensado ao pormenor.

Ler mais